Internet come as revistas e, agora, caça os jornais

Sabe o desespero da Abril de que falei semana passada? Pois a pesquisa Inter-Meios, que acompanha, há décadas, o mercado publicitário brasileiro o explica. Enquanto o meio internet subiu 23,75% nos primeiros seis meses de 2014 em relação ao mesmo período de 2013, o meio revista – o negócio dos Civita – caiu 8,62%. Isso levou a internet a superar as revistas na participação geral do bolo publicitário: agora, o novo meio tem 4,49% da verba contra 4,17% do meio tradicional.

A pesquisa mostra também porque os Civita tiveram que vender a Elemídia. Paradoxalmente, é porque ela está na crescente – a mídia exterior avançou 35,91% no período citado, ficando a parte da Digital out-of-home (as TVs de elevador) com 29,7% de variação, participando com 20,7% do total da participação geral da mídia exterior no bolo, que é de 3,84%.

No caso da internet, a próxima caça será o meio jornal, que, atualmente, possui 8,6% da grana investida em publicidade. O meio, porém, teve uma queda de 6,54% no comparativo do primeiro semestre de 2014 contra o mesmo período do ano passado. Os jornais, porém, devem ser ultrapassados primeiro pela TV paga, que cresceu, no período, 48,98%, atingindo 5,36% de participação. A liderança geral, é claro, fica ainda com a TV aberta, com 68,91%, ajudada pela variação de 22,91% .

Mais informações sobre a pesquisa você pode ver aqui.