Caso MSC-Felipão e a bagunça geral

Muita gente ficou sem crer que o Mário Sérgio Conti tenha cometido o erro absurdo de entrevistar um sósia do Felipão como se ele fosse mesmo o treinador da seleção brasileira – sósia que se identificou como tal, com cartão de visitas e tudo. Só se espantou quem não conhece a trajetória do cara. Ele sempre foi tão arrogante, mesmo para os padrões dos jornalistas, que dá até para vê-lo acreditando que Felipão, um cara sabidamente avesso a jornalistas (exceto alguns amigos, em geral gaúchos), estava ali, louco para dar entrevista para ele.

O que me causou espécie mesmo foi como essa barriga de lutador de sumô chegou a ser editada pelo Globo e pela Folha. Parece-me uma prova inconteste de que não há o menor “controle de qualidade” do que é publicado ou vai ar. Já desconfiava que a situação não andava boa pelo dia a dia na relação com os coleguinhas e pela necessidade de ser muito seletivo na escolha das concorrentes ao King of the Kings, mas o Caso MSC-Felipão demonstra que ela é ainda pior do que eu pensava – as redações vivem numa zorra, com cada um chutando para o seu lado, sem ter capricho com o próprio trabalho, limitando-se a “cumprir ordens” por mais absurdas que sejam, como escreveu, em email, um repórter do qual gosto pessoalmente, depois que lhe chamei a atenção para a pergunta estúpida que fizera sobre um assunto que ele domina por cobrir o setor há mais de uma década.

MSC defendeu-se dizendo que seu erro grosseiro não prejudicou ninguém. É verdade. Só que os erros e as ordens cumpridas pelos demais coleguinhas podem prejudicar muitas pessoas – e isso está acontecendo -, além de beneficiar algumas, pecuniariamente, entre elas, desconfio cada vez mais seriamente, os próprios coleguinhas.

P.S.: Como barriga, mesmo uma mega como essa, não é exatamente uma cascata, ela não vai disputar o King of the Kings-2014.

Anúncios

4 comentários sobre “Caso MSC-Felipão e a bagunça geral

  1. Não vai disputar? Mas merecia um prêmio, né. Foi sensacional!

    • Realmente foi fantástica. Pode rolar uma menção honrosa.

  2. O caso MSC é muito grave. Mas o pior é a falta de reflexão da mídia sobre isso.

    • O pessoal refletir sobre seus erros, Cris? Está pedindo demais, querida.

Os comentários estão desativados.