Ai que preguiça!

Na segunda passada (17), dia em que o caos no trânsito carioca atingiu um novo patamar, estava voltando do almoço com dois colegas e comentei:

– Amanhã, O Globo vai trazer na primeira aquela famosa foto da fila de ônibus virando na esquina da Presidente Vargas com Rio Branco, tirada lá de cima do (hotel) Guanabara.

Os colegas riram e o assunto morreu.

No dia seguinte, logo ao chegar ao trabalho, vi o jornal em cima de uma mesa e… Batata!, como diria vovó – lá estava a foto. “Eu não disse?”, falei, mostrando a página. Uma colega que estava comigo no dia anterior:

– Assim que vi, pensei em você. Na hora, não falei nada, mas duvidei que o Globo publicasse de novo a mesma foto. Mas você estava certo! – disse, sorrindo.

Nenhuma mágica. Pode-se sempre apostar na preguiça e no burocratismo dos coleguinhas sem medo de errar.