O ocaso dos impressos

Aquilo que foi previsto – e desmentido com veemência, mas sempre de maneira tatibitate, como aqui – ao longo da última década está se confirmando de maneira lenta, gradual e segura: o ocaso das publicações impressas. Como seria de se esperar, o fenômeno é mais flagrante nos EUA, como atesta o Conselheiro honorário Alan D. Mutter, o “Newsosaur”, neste texto, no qual levanta a dúvida: quando será que os veículos impressos deixarão de ser considerados meios de comunicação de massa?

Prometo a todos que têm a paciência torrada semanalmente que tentarei descolar uns números para ver como andam as coisas por aqui, no Bananão.

 

 

Anúncios

Um comentário sobre “O ocaso dos impressos

  1. Pingback: O ocaso dos impressos | BOCA NO TROMBONE! | Sco...

Os comentários estão desativados.