Rio-2016: esperanças do judô e do basquete feminino

Ainda estou em meio a mais uma batalha contra a Oi – e acho que serei derrotado, ao contrário das outras vezes -, mas já estou podendo postar de novo, após estar fora da Internet desde sábado.

Pelo motivo acima, não pude dar meus parabéns a O Globo por ter noticiado o Brasileiro Sub-20 de Judô, disputado no fim de semana passado, no Tijuca. A matéria teve aquele vício de concentrar-se num personagem – no caso, o peso pesado Ruan Silva -, esquecendo o resto dos atletas. No entanto, esse tipo de abordagem pode ser melhorado. O importante foi o destaque ao evento na edição de segunda.

As meninas da equipe Sub-18 de basquete, porém, não tiveram a mesma sorte. Elas terminaram a Copa América da categoria, disputada em Porto Rico, em segundo lugar (perderam a final para os EUA, no domingo), mas conquistaram o direito de participar do Mundial Sub-19, na Lituânia, ano que vem. No entanto, nem um colunão conseguiram. Enfim…Aliás, nesse time, uma jovem merece atenção – a ala-pivô Isabela Macedo merece ser observada com cuidado.