Be-a-bá para tucano

Vou tentar explicar de novo, da maneira mais didática possível, de um jeito que até colunista-amestrado tucano será capaz de entender. Concessão é como aluguel – o dono do imóvel concede a uma pessoa ou empresa o direito de usufruir dele, por um determinado tempo e sob certas condições. Prvatizar é vender o imóvel, aliená-lo por um preço, perdendo quaisquer direitos sobre ele.

Exemplo concreto. FHC privatizou a telefonia. Assim, hoje, o governo, concretamente, nada pode fazer quando a TIM vende um plano que o usuário paga por chamada e não por tempo, mas quando ele começa a falar demais (no entender a operadora), a dona do serviço derruba a ligação para forçar o otário a ligar de novo e pagar novamente. Se, em vez de privatizar, FHC tivesse apenas concedido o serviço, poderia cassar a concessão e licitar a operação de novo. Hoje, o máximo que o governo pode fazer é espernear, chorar pitanga na porta da Anatel, cujos conselheiros se estiverem a fim de contrariar um eventual futuro empregador, pode aplicar uma multinha de alguns milhares de reais.

Deu pra entender agora?