Jogos Olímpicos: O Globo vai bem no levantamento de pauta

O Globo foi bem na prova de levantamento de pauta. Fez aquela comparando investimento público x número de medalhas (por alguma força da natureza, nesse tipo de matéria jamais é contabilizado o invstimento do setor privado, que, em 99%, é fruto de renúncia fiscal, mas enfim…), mas pôs lá, com bom espaço, a questão do dinheiro para a formação de atletas e o esporte de base.

E, claro, caiu na armadilha. Agora, per saecula saeculorum, posso cobrar do jornal que faça o que exige do poder público: dar mais atenção ao esporte de base. No seu caso, cobrindo competições como Jogos Estudantis Brasileiros (JEBs), Jogos Universitários Brsileiros (JUBs) – ainda existem? -, Universíade, campeonatos regionais etc. Apontar a falta de apoio ao esporte olímpico e ficar cobrindo só futebol é muito cômodo e hipócrita, pois não?

2 comentários sobre “Jogos Olímpicos: O Globo vai bem no levantamento de pauta

  1. Investir na base é importante, fundamental, para o que de melhor o esporte pode oferecer: horizontes para quem não os tem. Só não deve ser considerado uma panacéia para a falta de medalhas. Um fenômeno da natação desses americanos, com medalhas aos 15, 16 anos, encarou treinamento pesado por no mínimo seis anos, tendo começado a nadar bem mais jovem. O mesmo vale para o Atletismo. O investimento que for feito agora na base só dará resultado daqui a quatro ou cinco olimpíadas.
    O COB deve ser cobrado, reeleições sucessivas em federações e confederações são uma distorção, tudo isso é verdade. Só não se deve cair num espírito policialesco. De ridículo institucional nesse tipo de abordagem, já nos basta a CPI da Nike

    • Perfeito, Cezar. Mas parece que o pessoal das redações não consegue mais se livrar do vezo policialesco. Quanto ao tempo de resultado de investimento na base, a experiência fala em oito anos. Hoje, esse é considerado o ciclo olímpico completo – ano que vem, tem que começar 2020. Os quatro anos entre Jogos é para polimento de quem se destacou. No nosso caso, por exemplo, dessa conterrânea pentatleta, do pessoal da maratona e dos bronzes com idade para 2016.

Os comentários estão desativados.