Contextos e comparações

Sobre essa matéria do Globo de hoje, comparando Brasil e Coréia do Sul (pauta mais velha que a Sé de Braga, como dizia vó Sinhá – só precisa mudar o nome do país), vamos combinar que, a partir de agora, só vale comparação do Brasil com países que apresentem todas as seguintes características:

1. Sejam de tamanho equivalente;
2. Tenham população equivalente (nem muito menores, nem muito maiores);
3. Tenham por volta de 500 anos de história;
4. Tenham tido como principal força de trabalho braços escravos até quase o século XX;
5. Tenham universalizado o ensino básico somente no Século XX;
6. Tenham criado universidades – ou algo equivalente – até 200 anos no máximo;
7. Tenham sido colonizados por países católicos.

Achando países com essas características histórico-geográfico-culturais – todas elas, repito -, aí o Globo, ou qualquer outra publicação, pode fazer uma matéria comparativa. Fora daí, é empulhação.

Um comentário sobre “Contextos e comparações

  1. Faz sentido!

Os comentários estão desativados.