Cielo e as fotos

Ao ser contratado pelo Flamengo, as fotos César Cielo no Globo passaram sempre a ostentar o escudo daquele clube. No entanto, foi só o nadador ser pego num flagrante de doping, que só as marcas esportivas que o vestem é que passaram a ser retratadas, deixando-se de lado a ligação do esportista com o rubro-negro da Gávea, pelo menos nas fotografias.

A sutil manipulação fez um irmão tricolor perder a paciência:

“O problema do jornalismo no Brasil não é não ser  imparcial. Nenhum jornalismo do planeta é imparcial. Só que o jornalismo sério assume sua parcialidade. O Globo, demais pasquins nacionais, e Tvs, e rádios etc fingem que são imparciais. Isso é propaganda enganosa. A maioria dos babaquaras que acreditam em jornalismo no Brasil acham que ele é um oráculo de deus ou mera descrição de fatos.”

Um desabafo que, obviamente, vale não só para páginas esportivas, mas para as demais áreas de todos os veículos.

Anúncios

Um comentário sobre “Cielo e as fotos

  1. Pode até ser. Mas não entendi uma coisa: tiraram o escudo do Flamengo por manipulação digital? Ou o cara queria que colocassem um escudo do Flamengo no uniforme dele? A informação de que ele é atleta do Flamengo deve vir no texto, como sempre veio quando ele só batia recordes, mas exigir que o jornalista interfira no que o Flamengo ou a fabricante põe no uniforme do cara… não entendi.

Os comentários estão desativados.