A guerra dos cucarachas

Benoît Hervieu, Chefe da seção das Américas da ONG Repórteres sem Fronteiras, constata que há uma guerra midiática entre os governos de esquerda e a mídia conservadora na América Latina – Bananão incluído -, na qual tem um monte de gente de chapéu preto de ambos os lados. A análise foi feita durante o fórum global sobre mídia promovido pela Deutsche Welle, em Bonn. Leia a entrevista de Hervieu aqui e saiba mais sobre o evento da DW aqui.

Obrigado à minha irmã pela dica.

Anúncios

3 comentários sobre “A guerra dos cucarachas

  1. Excelente entrevista. Não são os críticos da mídia comercial brasileira que são radicais; a mídia é que quer derrubar governos que não se afinem com seus interesses capitalistas.

  2. A credibilidade da RSF atingiu o zero quando se constataram as remessas de dinheiro advindas das agências de inteligência do governo estadunidense. Além disso, a RSF sempre critica quem os ianques querem e se emite na hora de denunciar aliados dos norte-americanos, tal qual nunca denunciar os assassinatos pelo Estado de Israel de dezenas de jornalistas quando vão lá tentar cobrir os crimes sionistas. Tenho para mim que a RSF é uma organização de fachada, instrumento do imperialismo e do sionismo. Dá uma pesquisada aí: RSF e CIA

    • Sei bem disso, Adriano (leia aqui), mas o fato de a RSF ser bem suspeita não desmente o fato de que a análise feita seja bem factivel – aliás, se você ler o texto com atenção (você o leu, né?), vai ver que ele critica a mídia conservadora e não os governos de esquerda.

Os comentários estão desativados.