A outra

Ok, esse texto do Rudolfo Lago, do site Congresso em Foco, é um tanto tendencioso, mas a historinha do início é sensacional! E se não é verdadeira, pelo menos é muito boa.

2 comentários sobre “A outra

  1. Será que essa matéria conseguirá penetrar o muro de bolinhas de papel da imprensa brasileira?

    Deputados uruguaios invalidam lei que amparou repressores da ditadura
    Lei de Caducidade é considerada inaplicável; medida ainda deve ser ratificada no Senado
    21 de outubro de 2010 | 3h 01
    Leia a notícia
    Comentários EmailImprimirTwitterFacebookDeliciousDiggNewsvineLinkedInLiveRedditTexto – + Efe
    MONTEVIDÉU – A Câmara dos Representantes do Uruguai invalidou hoje a Lei de Caducidade, que impede julgar as violações aos direitos humanos por parte de militares e policiais durante a ditadura (1973-1985) e chegou a ser ratificada em dois referendos em 1989 e 2009.

    O projeto de lei que declara inaplicável a Lei de Caducidade, impulsionado pelo bloco governista de esquerda Frente Ampla (FA) e que ainda deve ser ratificado pelo Senado, foi aprovado com o voto favorável de 50 dos 80 deputados que compareceram à sessão, Informaram fontes legislativas.

    (…)

Os comentários estão desativados.