Preto no branco

Não vi o debate da Band – não vejo debate, você sabe, porque não esclarecem bulhufas, são exercícios de torcida, e se é para torcer,  prefiro que seja para o maior time do universo. Pelo que li, Dilma foi agressiva com Serra e há um viés de crítica por isso, o que era de se esperar, vindo de jornais da grande mídia.

Se foi agressiva mesmo, mas não desrespeitosa, Dilma fez bem. É bom deixar bem claro, o mais rápido possível, que há dois projetos em confronto neste segundo turno: de um lado, o de esquerda, a favor da regulação estatal, adepto do coletivo social e tendendo à inclusão; do outro, o de direita, privatista, adepto do cada um por si e fadado à exclusão social.

O Brasil escolhe um dos dois em 31 de outubro. No primeiro caso, seguiremos num caminho que já se provou correto; no segundo, damos um passo atrás para dois à frente (oops!) em 2014, botando o retrato do velhinho no mesmo lugar.