Comparativo

Essa questão de deputado ser cobrado de estar sempre em BSB, essa foi uma das reflexões que rolaram no programa pós-eleição na TV Brasil. Um programa muuuito bom, com a participação da Tereza Cruvinel e de vários convidados, que se revezavam nos estúdios de Rio, São Paulo e Brasília.

 Muito mais equilibrado do que, por exemplo, a convenção de tucanos promovida pela Band, sob o comando de Bóris “Gari” Casoy, que contou até com o Zé Aníbal, ex-líder do deputado do PSDB na Câmara, sem contar com o Eduardo Oinegue, um dos principais pistoleiros da Veja.

3 comentários sobre “Comparativo

  1. Maneiro, o que falaram no programa da TV Brasil? Acho essa cobrança de uma simplicidade atroz.

    • Exatamente isso, que é simplista demais. Um dos cientistas foi perfeito na classificação da cobertura de política no Brasil: “é escolar”. Um outro afirmou que a mídia está demonizando a política. E um terceiro – professor da Ence – lançou a tese plausível que foi o voto feminino em Marina que levou ao segundo turno, pois mulher quer é discutir política pública. Uma tese, que, aliás, já li em uma pesquisa, tempos atrás.

  2. É isso mesmo, mídia demonizando a política. É isso que elege o Tiririca.

Os comentários estão desativados.