Caça ao eleitor

Todo mundo fala da Marina e é justíssimo, mas hoje não vi ninguém discorrendo com a mesma ênfase (não vi falando de modo nenhum, para falar a verdade) do inacreditável percentual de abstenção de 18% para eleição a presidente – em português castiço, mais de 24,5 milhões de votos.

Atenção: é abstenção mesmo, quem não se deu nem ao trabalho de ir votar. Só isso deu quase uma Marina. Somados aos 8% de abstenção, o percentual dos que deram uma banana para os candidatos sobe para 26% – nada menos de um em cada quatro não quis saber de votar, ou nada menos de 34 milhões.

Desentocar esses caras, convencê-los a votar e ganhar seus votos é tão decisivo para Dilma e Serra quanto obter o apoio da verde.

5 comentários sobre “Caça ao eleitor

  1. Conversava isso ontem aqui na TV. Mas não sei se foi ou a preguiça, ou a confusão do título/não título, ou a da chuva (como choveu…). Ou se foi tudo isso junto, somado a pouca discussão de propostas governamentais.
    BTW, ia esquecendo, sua nota no post COMPARATIVO, surgiu no clipping interno da tv brasil e eu juro que não tive nada a ver com isso. abs

    • Hahaha…A Coleguinhas num clipping. Muito engraçado!
      Teve tudo isso (embora tenha sérias dúvidas sobre o título-não-título) e ainda os ficha-sujas (tem um monte mesmo de gente que vota no cara mesmo sabendo ser ele ladrão. Escrevo sobre isso daqui a pouco), mas, de qualquer forma, é um mundão de eleitores a serem conquistados, antes de mesmo de seus votos.

  2. Mas já li o diretor da Sensus (ok, claro que ele vai defender os institutos de pesquisa, mas vale ler o argumento) dizendo que a abstenção foi mais alta no norte/nordeste. O que aconteceu, no fim das contas, foi uma perda de votos da Dilma, e não aumento de Serra ou Marina. De fato, o Ibope e Datafolha dava 17% pra Marina na véspera, e ela teve 19%, dentro da margem de erro. Posso estar enganado, pq não estou acompanhando a fundo, mas acho que estão superestimando o efeito Marina…

    • Estão sim. A Dilma é que não conseguiu os votos necessários, pois Marina e Serra ficaram na margem de erro. A questão é: por que os institutos não captaram a abstenção? Por que ela ocorreu devido às chuvas, ao problema do título, a quem vota em ficha-suja e deixou de ir por achar que seu candidato não vai assumir mesmo…Quais fatores levaram a uma abstenção de quase um em cada cinco eleitores? Esse é o ponto.

  3. Fiz um levantamento (fonte: http://apuracao.ebc.com.br) e eis a ordem dos estados por abstenção (do mais pra menos):

    Maranhão
    Acre
    Alagoas
    Bahia
    Rondônia
    Pará
    Mato Grosso
    Ceará
    Amazonas
    Piauí
    Pernambuco
    Tocantins
    Paraíba
    Minas Gerais
    Mato Grosso do Sul
    Goias
    Espírito Santo
    Rio de Janeiro
    Sergipe
    Paraná
    São Paulo
    Rio Grande do Norte
    Distrito Federal
    Amapá
    Rio Grande do Sul
    Santa Catarina
    Roraima

Os comentários estão desativados.