Na eleição como no War

Essa blitz em cima da Receita Federal não é para ganhar a eleição e só secundariamente visa levá-la ao segundo turno. O objetivo principal é evitar que os tucanos percam onde deviam ganhar – São Paulo, mais ricos, mais escolarizados – e não estavam ganhando. Perder aí é ser desmoralizado.

É mais ou menos como no War, lembra? Você estava quase sendo destruído, então o negócio era empilhar exércitos em algum lugar – de preferência na Oceania, no Japão ou na China – e manter-se no jogo, evitando a humilhação.