Os menestréis e o Companheiro Gáspari

   A mania de ser dogmático (deve ter alguma descendência papal) e de passar-se como grande conhecedor dos EUA faz o Companheiro Gáspari escrever várias bobagens. A de hoje foi sobre Woody Guthrie, um dos maiores trovadores norte-americanos (eles são uma instituição por lá). O Companheiro diz que o mundo se divide entre os que não sabem da militância política de Guthrie (era comunista pra caramba, mas não membro do Partido) ou não dá importância a ela. Seria uma tese defensável se a notinha não fosse exatamente sobre o fato de Pete Seeger, legítimo representante da nobre estirpe dos citados menestréis, ter cantado o hino de Guthrie – “Essa terra é sua terra” – na posse de Obama. Seeger ter sido o último a aparecer no telão do aquecimento da platéia para o grande momento não foi uma coincidência como quis fazer crer Gaspari – ele devia saber, se conhece tão bem os ianques, que nesse tipo de evento eles não dão ponto sem nó -, mas uma homenagem aos dois trovadores e à militância de ambos.

   Uma maneira bacana de conhecer Woody Guthrie é ver o excelente “Bound for Glory” (1976), de Hal Ashby, com David Carradine no papel do menestrel. No Brasil, o filme se chamou “Essa terra é nossa terra” (isso mesmo, com tradução malandra, provavelmente devido àqueles escuros tempos).

Anúncios

8 comentários sobre “Os menestréis e o Companheiro Gáspari

  1. Desculpe, Ivson, não sei se entendi bem. Os ianques, na posse do presidente, fizeram uma homenagem a militantes comunistas?

  2. Desculpe, Ivson, não sei se entendi bem. Os ianques, na posse do presidente, fizeram uma homenagem a militantes comunistas?

  3. Isso mesmo, Consuelo. Só que eles têm uma maneira gozada de disfarçar o fato de alguns grandes artistas serem comunas. Eles os chamam de “radicais”. Comunista são só os estrangeiros ou os americanos que foram para fora militar fora do país (tipo John Reed e Emma Goldaman). Não tenho certeza, mas acho que isso foi por causa da vergonha do macartismo, que chamava todo mundo de comunista. Mas todo mundo sabe que Guthrie – assim como Dalton Trumbo e Dashiell Hammett, entre outros – foi comunista mesmo – até porque ele dizia isso para quem quisesse ouvir. De repente, como o Obama usou a idéia de que “todos são americanos” como um dos motes da campanha, neguinho resolveu estender o conceito aos “radicais”. Mas para ter certeza, só perguntando aos orgnizadores da festa.

  4. Isso mesmo, Consuelo. Só que eles têm uma maneira gozada de disfarçar o fato de alguns grandes artistas serem comunas. Eles os chamam de “radicais”. Comunista são só os estrangeiros ou os americanos que foram para fora militar fora do país (tipo John Reed e Emma Goldaman). Não tenho certeza, mas acho que isso foi por causa da vergonha do macartismo, que chamava todo mundo de comunista. Mas todo mundo sabe que Guthrie – assim como Dalton Trumbo e Dashiell Hammett, entre outros – foi comunista mesmo – até porque ele dizia isso para quem quisesse ouvir. De repente, como o Obama usou a idéia de que “todos são americanos” como um dos motes da campanha, neguinho resolveu estender o conceito aos “radicais”. Mas para ter certeza, só perguntando aos orgnizadores da festa.

  5. Vai passar um documentário sobre Dalton Trumbo esta semana na NET. Ou na HBO. Ai, memória escassa. Eu adoro “Bound for glory”.

  6. Vai passar um documentário sobre Dalton Trumbo esta semana na NET. Ou na HBO. Ai, memória escassa. Eu adoro “Bound for glory”.

  7. Eu sei que sempre se fez vista grossa a essa galera. Aqui também existiam “os comunistas da ditadura”, que eram tão queridos e por isso suportados. Mas não imaginava que poderiam ser homenageados na posse de um presidente dos EUA. Ah, não se faz mais direita como antigamente, né? :o)

  8. Eu sei que sempre se fez vista grossa a essa galera. Aqui também existiam “os comunistas da ditadura”, que eram tão queridos e por isso suportados. Mas não imaginava que poderiam ser homenageados na posse de um presidente dos EUA. Ah, não se faz mais direita como antigamente, né? :o)

Os comentários estão desativados.