Troca de gentilezas

   Há coisa de duas semanas, o Companheiro Gaspari descascou em cima das Casas Bahia em função do assassinato de um rapaz por segurança de uma loja em São Paulo, que, literalmente, não foi com a casa do jovem. Gaspari sugeria que o dono das Casas Bahia, Samuel Klein, viesse a público se desculpar pelo ocorrido e assumisse a responsabilidade pela tragédia, ou seja, fizesse exatamente o contrário do que a empresa dele estava fazendo.

   Samuel Klein realmente apareceu em público, mas não para desculpas. Em longa entrevista ao Globo, Klein fala da crise e ataca a Casa&Vídeo. Em nenhum momento, menciona do crime ocorrido em uma de suas lojas. Gentilmente, os repórteres do jornal também não tocaram no assunto. Afinal, parece que para alguma coisas serve ser um grande anunciante.