Eu também vou palpitar!

   Se todo mundo dá os palpites mais estapafúrdios sobre as eleições municipais – até correlacionando-as com uma eleição federal daqui a dois anos! – eu também posso escrever besteiras, certo? Portanto, aí vão meus pitacos.

    Vitórias
Serra: Ganhou mais pelo que não fez do que pelo fez. Não sustentou Alckmin e não apoiou ostensivamente Kassab, embora tivesse batalhado muito por ele nos bastidores.
Nove-Dedos: Confirmou que é o rei do Nordeste com candiduturas suas ganhando em primeiro turno em várias capitais, só perdendo mesmo em Natal. Em compensação, detonou ACMezinho em Salvador, onde corre com os dois cavalos no páreo de 26 de outubro. Botou candidatos seus em Sampa e BH (nessa cidade, o outro também é seu) no segundo turno, mas foi derrotado no Rio, onde Paes e Gabeira não são de seu agrado por serem opotunistas demais até para os padrões lulistas.
Cabral: Carregou a mala do Paes ao segundo turno com boas chances de vitória. Se conseguir, credencia-se para ser o vice da Dilma em 2010, seu grande plano.
Organizações Globo: Botou Gabeira no segundo turno, atingindo seu maior objetivo nessa eleição, que era derrotar Crivela no Rio. Agora, deve se voltar para Sampa, onde tentará levar à vitória o Kassab. Provavelmente vai conseguir. No entanto, perdeu feio em Salvador.
Dilma e Tarso: Levaram a Maria do Rosário ao segundo turno em POA, evitando a vergonha de não ir a essa fase pela primeira vez em 20 anos.
Jacques e Geddel: A dupla caipira baiana arrebentou com o que restava do carlismo, num belo movimento de pinça.
Hélio Costa: Deu a volta em Aécio e em FernandoPimentel ao levar seu candidato ao segundo turno em BH. Se vencer, credencia-se para o governo de Minas e entra na disputa para ser vice da Dilma. Mas só se seu candidato chegar aos 40% pelo menos.
Patrus Ananias e Luiz Dulci: Impediram a vitória de Pimentel no primeiro turno. Mas, como Costa, só podem cantar vitória mesmo se não tomarem caldo no segundo turno.
Datafolha: Pegou melhor os movimentos do eleitorado em locais de difícil captação, como Rio, Salvador e BH. Em São Paulo, porém, deu mole, como o Ibope.

   Empates
Jandira: Não avançou, mas não ficou mal para a senatoria em 2010.
PT do Rio: O quinto lugar foi mais do que se poderia esperar, mas também não chegou a empolgar ninguém.

   Derrotas
César Maia: Sua candidata ficar atrás do Molon foi demais. Seus planos para o Senado em 2010 ficaram seriamente abalados.
Crivela: Ficou onde sempre esteve – ao lado do lúmpen carioca. No seu caso, o empate foi derrota.
Alckmin: Essa besta conseguiu fazer a mesma lambança duas vezes seguidas. Se tinha alguma liderança entre os tucanos, ela virou fumaça ontem.
Ibope: Errou feio no Rio e em Sampa e não foi muito bem em outros lugares. Quem sabe agora pára de fazer política e volta a ser apenas uma boa empresa de pesquisas?

Anúncios

6 comentários sobre “Eu também vou palpitar!

  1. Boas análises, principalmente a inicial, em chamar de asneira relacionar a eleição atual com a federal de 2010. Até porque, no fim das contas, não adianta nada. Só como exemplo, em 2002 Lula teve sua maior votação no Rio, cuja capital era administrada por Cesar Maia.

  2. Boas análises, principalmente a inicial, em chamar de asneira relacionar a eleição atual com a federal de 2010. Até porque, no fim das contas, não adianta nada. Só como exemplo, em 2002 Lula teve sua maior votação no Rio, cuja capital era administrada por Cesar Maia.

  3. Nem o lumpem carioca merece o Crivella, Ivson.

  4. Nem o lumpem carioca merece o Crivella, Ivson.

  5. Olguinha, querida, em primeiro lugar, parabéns por mais uma primavera.
    Depois, se o lumpesinato carioca merece ou não Crivella, nós vamos discutir até o fim dos dias, mas que ele votou no sobrinho do Edir, isso votou.

  6. Olguinha, querida, em primeiro lugar, parabéns por mais uma primavera.
    Depois, se o lumpesinato carioca merece ou não Crivella, nós vamos discutir até o fim dos dias, mas que ele votou no sobrinho do Edir, isso votou.

Os comentários estão desativados.