Vovô Karl já dizia

   No Livro 1 do Capital (de passagem) e no 3 (mais esmiuçado): no capitalismo, a tendência à monopolização é irresistível. Mais uma prova da verdade do modo do produção que vivemos deve vir à luz em breve: o Infoglobo está para comprar o Estado de São Paulo.

   O pool de bancos que há uns três anos administra o tradicionalíssimo jornal dos Mesquita jogou a toalha e desistiu de dar ter lucro com a operação. Daí botou o jornal no prego. Abril, Infoglobo e o grupo do jornal Supernotícias, de BH, se interessaram. Fora pra mesa e só quem mostrou cacife até agora foram os Marinho.

   Saindo o negócio, duas vítimas já aparecem de primeira – o leitor, cada vez mais tolhido em sua possibilidade de múltiplas visões; o Grupo Folha, que passará a viver dentro de um torniquete empresarial, a não ser que se associe à Abril.

16 comentários sobre “Vovô Karl já dizia

  1. Que péssima notícia.

    Eu não tinha a menor idéia de que a saúde financeira do Estadão estava tão ruim assim…

  2. Que péssima notícia.

    Eu não tinha a menor idéia de que a saúde financeira do Estadão estava tão ruim assim…

  3. É, péssima notícia mesmo.

  4. É, péssima notícia mesmo.

  5. Ora, Ivson… “múltiplas visões” de Infoglobo e Estadão?
    Todos têm o mesmo discurso, com ligeiras diferenças de nuance.

  6. Ora, Ivson… “múltiplas visões” de Infoglobo e Estadão?
    Todos têm o mesmo discurso, com ligeiras diferenças de nuance.

  7. Ivson, qual a fonte da notícia? Pesquisei e nada vi.

  8. Ivson, qual a fonte da notícia? Pesquisei e nada vi.

  9. Anônimo, até essas nuances – que servem para mostrar as contradições da classe dirigente (também está no vovô Karl e ainda no Tio Antonio) – deixarão de existir, correto?

  10. Anônimo, até essas nuances – que servem para mostrar as contradições da classe dirigente (também está no vovô Karl e ainda no Tio Antonio) – deixarão de existir, correto?

  11. Tirando as Organizações Globo – e ainda assim por causa daquela mãozinha dada pelo BNDES no apagar das luzes do governo FHC -, todas estão mais ou menos em maus lençóis, Marcus. Causa? Tem uma só não – má gerência, custos em alta e audiência (e, portanto, verbas publicitárias ) indo para o mundo selvagem da internet são algumas.

  12. Tirando as Organizações Globo – e ainda assim por causa daquela mãozinha dada pelo BNDES no apagar das luzes do governo FHC -, todas estão mais ou menos em maus lençóis, Marcus. Causa? Tem uma só não – má gerência, custos em alta e audiência (e, portanto, verbas publicitárias ) indo para o mundo selvagem da internet são algumas.

  13. Luiz Alberto, fonte não se revela, né? Mas ela é ótima e foi confirmada por outra, completamente independente.

  14. Luiz Alberto, fonte não se revela, né? Mas ela é ótima e foi confirmada por outra, completamente independente.

  15. Mas por outro lado Ivson, eu às vezes fico com a sensação de que essa mega expansão das mega corporações na verdade é um processo parecido com aquela história do sol: uma estrela que se expande, se consome cada vez mais, até uma hora em que vai implodir e desaparecer. Pense bem: a tendência de tentar ser monopólio pode ser irresistível, mas por outro lado, as pessoas podem ficar entediadas com “um produto só” (ou vários, mas coma mesma filosofia por trás) e aí deixar de lado o desejo de consumi-lo. Mais ou menos como já vem acontecendo há anos com os jornais impressos – todo mundo anda de saco cheio deles por várias razões, e o tédio é uma delas. Daí a Globo pode estar fazendo uma grande m*rd* dando esse passo, entende? Estão gastando milhoes na compra, vão gastar mais ainda em reformas inúteis no quadro de pessoal, o tipo de coisa que as empresas adoram fazer pra mostrar que “as coisas mudaram” mas q só serve pra torrar grana, e depois? Se o jornal não tá valendo a pena agora, porque irá valer na mão dos marinho? Se eles não estão conseguindo fazer nem o globo vender mais?… Sei não, mas acho que vão perder muita grana nessa história, a longo prazo…

  16. Mas por outro lado Ivson, eu às vezes fico com a sensação de que essa mega expansão das mega corporações na verdade é um processo parecido com aquela história do sol: uma estrela que se expande, se consome cada vez mais, até uma hora em que vai implodir e desaparecer. Pense bem: a tendência de tentar ser monopólio pode ser irresistível, mas por outro lado, as pessoas podem ficar entediadas com “um produto só” (ou vários, mas coma mesma filosofia por trás) e aí deixar de lado o desejo de consumi-lo. Mais ou menos como já vem acontecendo há anos com os jornais impressos – todo mundo anda de saco cheio deles por várias razões, e o tédio é uma delas. Daí a Globo pode estar fazendo uma grande m*rd* dando esse passo, entende? Estão gastando milhoes na compra, vão gastar mais ainda em reformas inúteis no quadro de pessoal, o tipo de coisa que as empresas adoram fazer pra mostrar que “as coisas mudaram” mas q só serve pra torrar grana, e depois? Se o jornal não tá valendo a pena agora, porque irá valer na mão dos marinho? Se eles não estão conseguindo fazer nem o globo vender mais?… Sei não, mas acho que vão perder muita grana nessa história, a longo prazo…

Os comentários estão desativados.