Lacerda era melhor…

O ex-ministro Antônio Palocci Filho vai entrar na Justiça contra a Veja por ter publicadoo dossiê que teria sido feito pelo banqueiro Daniel Dantas para incriminar membros da atual administração federal, incluindo o Nove-Dedos. Entre as provas de que o documento era forjado – e a revista sabia disso – está a de que o sobrenome do ex-ministro é Palocci Filho e nos documentos publicados por Veja ele aparece como Palocci Junior, provavelmente por terem sido forjados por um americano. E por falar em Dantas, ele nega ter contratado o gringo – um ex-agente da CIA – para forjar qualquer coisa. Leia aqui.

Realmente, Carlos Frederico Werneck de Lacerda era muito melhor como caluniador, como mostra o caso conhecido como Carta Brandi: em 16 de setembro de 1955, Carlos Lacerda divulgou, com o estardalhaço que lhe fez a glória, uma carta escrita por um ex-deputado argentino, Antônio Jesus Brandi, datada de 5 de agosto de1953, ao então Ministro do Trabalho, João Goulart. A carta fazia referência a armas compradas por Goulart na província argentina de Córdoba. Aludia também que Goulart estava organizando uma brigada de choque operária. A carta era falsa.

Qualquer semelhança é uma vergonha e prova que Bruzundanga anda de lado em todos os setores.